O Projeto Paradiso atribui o Prêmio Diadorim, realizado em parceria com as mulheres do audiovisual/ stony brook/ imprensa mahon. A iniciativa concede uma bolsa a uma mulher brasileira, para o Curso Intensivo de Verão do Programa de Mestrado em Roteiro de TV da Universidade de Stony Brook, em Nova York.

O workshop, voltado ao desenvolvimento de roteiro de piloto para série, é coordenado por Alan Kingsberg, responsável por roteiros de seriados como o legendário Law and Order e showrunner de cinco séries de animação. E realizado dentro da Conferência de Escritores de Southampton, de 10 a 21 de julho.

Durante 12 dias, os alunos criam as histórias para o episódio piloto e desenvolvem as cenas e os diálogos. O método de trabalho é colaborativo e visa emular a prática profissional das salas de roteiro, além de oferecer mentorias individuais assim como aulas baseadas na visualização e análise técnica de uma variedade de seriados.

A criação do prêmio destinado a mulheres tem como base os dados que evidenciam que somente 15,6% dos filmes brasileiros que estrearam em 2017 foram dirigidos exclusivamente por mulheres, segundo o Anuário Estatístico do Cinema Brasileiro, divulgado pela Ancine em 2018. Possibilita a jovens roteiristas brasileiras a oportunidade de se aperfeiçoar e ampliar também sua rede de contatos internacional.

A Bolsa Paradiso cobre a matrícula (US$ 2.000), deslocamento aéreo (até US$ 1.000) e prevê uma ajuda de custo (US$ 1.300). O processo de seleção foi realizado em parceria com a rede Mulheres do Audiovisual Brasil e com a Imprensa Mahon, por meio de uma comissão formada por profissionais de referência da área e teve Ana Julia Travia como vencedora em 2019.

Clique para ler o regulamento.