Mariana Rondón nasceu na Venezuela, estudou Cinema de Animação em Paris e se graduou na Escuela de Cine EICTV, Cuba. Atualmente produz “Contactado”, dirigido por Marité Ugás, que está em fase de pós-produção.

Em 2013, estreou como diretora no filme “Pelo Malo”, ganhador da Concha de Ouro por Melhor Filme do Festival de San Sebastián, entre outros 44 prêmios, como o de Melhor Roteiro no Festival de Torino e de Mar del Plata. Produziu “El chico que Miente”, dirigido por Marité Ugás, que estreou na mostra Generation do Festival de Berlim 2011.

Em 2007, lançou “Postales de Leningrado”, que recebeu 25 prêmios internacionais. Em 1999, estreou no Festival Internacional de Tóquio o filme “A la media noche y media” (1999), codirigido com Marité Ugás.

É script-doctor do projeto “Sião”, de Bruno Ribeiro[link], da Incubadora Paradiso, edição 2019.