Nome: Esmir Filho
Área de Atuação: Direção, Roteiro, Produção
Programa: Bolsas Paradiso
Edição: 2020
Cidade: São Paulo
Estado: São Paulo

Esmir Filho viajou com seus filmes para diversos festivais nacionais e internacionais. Seu primeiro longa “Os Famosos E Os Duendes Da Morte” (2009) – distribuído pela Warner Bros – foi o vencedor do Festival do Rio, além de ter sido selecionado para a competição oficial de Locarno e Berlinale, e conquistado prêmios de melhor filme, direção e crítica em Havana, Valdívia e Guadalajara. O longa estreou em circuito comercial nos cinemas do Brasil, França, Japão e Portugal. É co-autor do hit de internet “Tapa Na Pantera”, com mais de 10 milhões de acessos no Youtube. Seu curta “Alguma Coisa Assim” (2006) ganhou prêmio de melhor roteiro no Festival de Cannes, enquanto “Saliva” (2007) , também exibido em Cannes, foi escolhido para ser o curta representante do Brasil na corrida para o Oscar.

Em 2012, foi condecorado com o prêmio de cinema da Academia Brasileira de Letras. Foi quando fundou a produtora Saliva Shots. Dirigiu e produziu a peça-instalação-live-cinema "Kollwitzstrasse 52", que ficou em cartaz no MIS - Museu de Imagem e Som. Em 2018, lançou o longa “Alguma Coisa Assim”, co-produção Brasil-Alemanha, continuação do curta homônimo premiado em Cannes. Esse ano, lança seu terceiro longa, “Verlust”, coproduzido pela Globo Filmes, com Andrea Beltrão e Marina Lima no elenco; e sua primeira série como showrunner na Netflix, “Boca a Boca”.

Esmir Filho recebeu a Bolsa Paradiso para participar da Pop Up Film Residency, na Lituânia, em 2020.