Lei Aldir Blanc: profissionais e espaços culturais podem se cadastrar para receber auxílio

Está aberto em várias cidades do país o cadastramento para a Lei Emergencial Aldir Blanc, que prevê auxílio financeiro ao setor cultural.

Estados e municípios receberão R$ 3 bilhões do governo federal para apoiar a manutenção de espaços culturais fechados devido às regras de isolamento social e para o pagamento de uma renda emergencial para os trabalhadores do setor, além da abertura de chamadas, editais e prêmios culturais.

Na cidade de São Paulo, territórios e espaços culturais poderão se inscrever para o auxílio, que será de R$ 3 mil a R$ 10 mil mensais, em três parcelas pagas de uma única vez. O cadastramento vai até 11 de outubro.

Já no estado de São Paulo e no município do Rio de Janeiro, por exemplo, os trabalhadores do setor cultural que estejam sem emprego formal podem se inscrever para receber o auxílio emergencial de R$ 600 por mês, em três parcelas.

A Lei Aldir Blanc foi regulamentada pelo governo federal em agosto desse ano. Os repasses devem começar nos próximos meses.

Consulte as secretarias municipais e estaduais de cultura para se informar sobre sua cidade e estado.